Doçura ou Travessura?


Michael Jackson - Thriller

Confesso que nunca tinha visto o videoclip do início ao fim. A música, quem não a conhece?
Dia das Bruxas ou não, aqui fica o rei da Pop.

Empire of the Sun - We Are the People

MEDO

Vazio. Foi o que senti: um vazio. Ontem pela primeira vez na minha vida senti-me vazio. Primeiro uma dor de barriga. Uma dor inexplicável na cabeça quase simultaneamente. Depois a visão falhou. Perdi a cor e por fim, a audição. Embora desnorteado, tinha noção do que se estava a passar. Vi a minha vida a passar-me ao lado. Por muito que me esforçasse, por muito que abrisse os olhos, não via nada em concreto. Apenas uma névoa que me inquietava. Tive MEDO! Pensei ser o fim e aí, aí senti-me fraco. Senti-me impotente face a tudo isto. Não era a minha força de viver, não era a minha vontade de cá continuar, nada faria diferença alguma. Se fosse o fim, nada contra poderia eu fazer.
Felizmente, aos poucos, os sentidos foram voltando, e fui-me acalmando. Não tinha tudo passado de um susto, um susto causado por um erro médico, e eu estava cá, felizmente!
A doença fragiliza-nos. E há momentos em que parece que tudo vai acabar. Aí dá uma vontade enorme de ligar a algumas pessoas, de mandar algumas sms’s, de mostrarmos o quanto gostamos de algumas pessoas e o quanto elas nos são especiais. Mas pode ser tarde. Pode não haver tempo. Aprendi, sim!
E antes que seja tarde demais, obrigado a ti e a ti, por TUDO!

Macaco -Moving

Kelly Clarkson - Already Gone

E não, não é a música da Beyoncé.

Este sim, sou eu.

Julguei que disfarçava bem. Julguei que não reparavas que por vezes estava mal, e que não te explicava o verdadeiro porquê.
Mas isso vai acabar. Não é justo para ti, nem para mim. É chegado o momento de me conheceres.
Tento imaginar como vais reagir, mas o facto de te conhecer, neste aspecto, não me acalma. Só te imagino a ter duas reacções: a que tanto quero, e a que mais receio. Mas mesmo assim quero que saibas.
Ontem disseste-me que sentias que não conhecia nada deste meu mundo, e com razão. Já estava a pensar em falar contigo sobre quem eu sou verdadeiramente e foi isso que me fez tomar esta decisão.
Amanhã espero que já não possas dizer o mesmo.
Este sim, sou eu! O F deste blog. Um F que nutre sentimentos por pessoas do mesmo sexo.

Olimpíadas 2016


De entre as dezenas de emails que todos recebemos todos os dias - a maior parte deles lixo - há sempre alguns interessantes. Este, para além de uma realidade que é triste, tem humor.

Amor Mio

Não resisti. Felizmente joga melhor.

Naturi Naughton - Out Here On My Own

Try - Asher Book

Faz parte do nosso dia-a-dia. Momentos melhores, momentos piores. O crescimento do que quer que implica isso mesmo. Mais ou menos sorrisos. Mais ou menos lágrimas. Nenhum caminho é livre de espinhos, nenhum caminho se faz sem obstáculos. Palavras erradas em momentos pouco próprios ou outras acertadas que ficam por dizer, desentendimentos escusados ou discussões evitáveis. A procura de maturidade, tem destas coisas. Nas relações ou na vida. Saibamos aprender com os erros (sem os esquecer) e dar importância àquilo que continua a ser a única coisa fundamental, o amor.

A Silent Film - You Will Leave a Mark

The show - Lenka

Hoje é dos dias em que os olhos fecham sem eu querer. Em que respiro quase por obrigação. Sinto-me cansado mas com o dever cumprido. E quando assim é... só apetece ceder à intenção dos olhos e ouvir música no "escurinho".

Madonna - Future Lovers/ I Feel Love

Por algum motivo lhe chamam a Rainha da Pop...

Ingrid Michaelson - Be Ok

I just wanna be ok, be ok, be ok.... :)

A noite autárquica

Apenas algumas considerações:

1. Em 2005, a Fátima Felgueiras acusada, ganhou. Em 2009, a Fátima Felgueiras absolvida perdeu. Em 2005, o acusado Isaltino ganhou, por pouco. Em 2009, o Isaltino condenado, esmagou. Alguém entende este país?

2. Por mais que tentem "matar" Santana, não há dúvida que o homem tem 7 vidas. Ele vai continuar a andar por aí...

3. Avelino Ferreira Torres perdeu. O país ganhou.

4. Quando fui votar, levei comigo uma caneta. Em Mondim de Basto, houve quem levasse uma caçadeira. Opções.

Feels Like Home - Edwina Hayes

Para a minha irmã

Talvez nunca nenhum filme tenha tido o condão de me fazer chorar. Este fez. Em pleno cinema. "Para a minha irmã" é um filme pesado. Com uma carga emocional enorme. Mas, sem qualquer dúvida, um grande filme. Que nos faz pensar na vida, na família e nos valores. Que tem o dom de nos colocar no papel de cada uma das personagens sem que consigamos dizer que não actuaríamos de forma semelhante a cada uma delas. Baseado no livro de Jordi Picoult com o mesmo nome, "Para a minha irmã" é um filme com o qual é impossível ficar-se indiferente. A extraordinária interpretação e caracterização de Kate (Sofia Vassilieva) é apenas uma das muitas virtudes de um filme que tem tanto de incómodo, como de genial. Obrigatório ver!


Por falar em dançar...

... que dizer desta monumental coreografia?


Dance With Somebody!

E o melhor mesmo é mexer! Pôr tudo o que nos aborrece, entristece... de lado, e fazer a vida valer a pena!
Chega de perder tempo a pensar em coisas sem fundamento algum, ou nas que têm, mas que não merecem!
Dancemos!



This Woman - Sean Riley & The SlowRiders

Respiro. Porque, às vezes, também é preciso. Enquanto te ouço e te sinto.

Just Breathe - Pearl Jam

A propósito de uma sugestão de um leitor, num comentário no post do F, aqui fica a magnífica "Just Breathe", na melodia e na letra. É Pearl Jam, e está tudo dito.

A Better Man...

A Better man.., quantas e quantas vezes sonho em poder sê-lo?
Adorava conseguir ser diferente do que sou. Mas por mim, ou por terceiros? Não sei!
Esforço-me vezes sem conta, mas acaba sempre tudo por voltar como era antes. Talvez me canse disto, talvez seja fraco, ou talvez não esteja pronto a agitar as coisas, e mudar mesmo.
Vale a pena este esforço? Acho que só terei certezas quando arranjar a força necessária, e mudar tudo. Até lá, viverei como até agora vivi. Não sei se bem, se mal, mas da forma pela qual acabei por optar. Se sou feliz? Já fui menos!

Shake, shake, shake :)

Nua - Ana Carolina

Cidade Maravilhosa cheia de...

... injustiças mil.

O mesmo país que tem 56,9 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza e 24,7 milhões de pessoas vivendo em extrema pobreza e onde a sensação de insegurança atinge 70% dos brasileiros e é a maior do mundo, irá ser sede do Campeonato do Mundo de Futebol de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. Uma fuga para a frente?