U2 - Get on your boots

É o nome do novo single dos grupo irlandês. Com 2009 chega o álbum “No Line On The Horizon” e promete.


Pensamentos

Numa altura em que as notícias nos vão dando conta que o mundo vai desmoronando lá fora, agarro-me à música. Luz apagada, porque a cabeça dói e o corpo não mostra vontade de fazer nada, e olhos semicerrados porque já conhecem este teclado de cor.
Enquanto isso, penso no futuro. Ou naquilo que gostava que ele me reservasse. Tontices, eu sei.
Mas às vezes não seria mal pensado podermos dar um pulo até ao futuro para saber se estamos no caminho certo ou se é melhor optar por outro. Como não podemos, o melhor talvez seja seguir o instinto, o coração ou a cabeça. Nunca vamos poder concretizar todos os sonhos e no fundo teremos de aprender a conviver com eles, mesmo que os continuemos a negar. A verdade é que, há um ano, não imaginava ter tudo o que tenho hoje. E talvez por isso, seja injusto queixar-me e apenas justo viver.



P.S. Estranha esta sensação de, às vezes, sentirmos vontade de estarmos recolhidos no nosso canto e, quando estamos, não pararmos de pensar em quem já faz parte do tal nosso. Do nosso canto.

Freeport

Coldplay - Lost

Nojo

Repugna-me ler alguns comentários à notícia. Confesso. Repugna-me saber que vivo num país de intolerância e de falta de respeito pelos outros. Mas não me espanta, infelizmente. Nem sequer me espanta ouvir Soares dizer que o assunto é da esquerda radical. Não é, seguramente. Porém, em algo concordo com o ex-presidente da república. Há assuntos mais importantes para o país debater. Porque isto nem sequer deveria ser assunto de debate. Como não são, nem podem ser os temas que apenas dizem respeito à liberdade individual e ao direito de cada um.
Enquanto isto, perdoem-me mas vou ali tomar algo para estômago. Porque a maior parte dos comentários (que são, quer se queira quer não, o espelho da sociedade) enjoaram-me e enojaram-me. Tenho vergonha do meu país.

11 meses...

... de sorrisos comprometidos, de momentos incontáveis, de alegrias várias, ou até de choros compulsivos ou desentendimentos pontuais.
Seja do que tiver sido. Nem sempre é fácil partilhar espaços ou compreender feitios, mas seguramente que vale a pena quando amamos.
Foram ou estão a ser, os 11 meses mais felizes da minha vida. Até porque não há, nela, alguém que ame mais do que a ti.
E sim, é contigo que quero continuar a somar muitos mais a estes 11.

Run - Leona Lewis

Devaneio

A rapidez com que uma multa nos rouba parte do ordenado não deveria ser considerada, também ela, um excesso de velocidade?
Bad day!

Crush - David Archuleta



P.S. Foi pela música :).

Ai Portugal, Portugal...

Não temos emenda. Para ler aqui.

Vontade de mudar

Tenho muitas vezes. De deixar de parecer forte e ser apenas aquilo que sou. Bem que sei que às vezes nem eu me compreendo muito bem. Nem eu sei porque sinto tanta necessidade de me refugiar no meu canto, em vez de tentar dizer a quem me quer bem o que vou sentindo. A verdade é que, muitas vezes, sinto o mundo fugir-me e ainda assim prefiro passar a mensagem que tu está bem.
Como nem sempre sou capaz de fingir tão bem, sofrem as pessoas que menos merecem e aquelas que acabam por "levar por tabela" o meu mau feitio, as minhas irritações. No fundo, procuro hoje a estabilidade profissional que me possa fazer ser constante sempre. Sem altos e baixos. Sem magoar quem amo e quem me ama. Enquanto isso, não estranhem se me apetecer trocar a vossa companhia pelo meu canto, algumas vezes. Seja a chorar de forma solitária ou a irritar-me apenas e só comigo. Feitios. Maus, eu sei. Mas o que tenho, antes de conseguir mudar.

Killers - Human

Sweet Child O'Mine

De um grande grupo, mais uma grande música.

Desafio - Os meus sonhos

O Lost do blogue Mundo sem Pares propôs-me este desafio que vou tentar agora responder. Ele prendia-se, essencialmente, com a listagem de oito dos meus sonhos para este 2009. Não é, de facto fácil responder a isso mas vou tentar:
1. Continuar a viver momentos felizes como os que vive em 2008 com quem amo. Sustentando, cada vez mais, a nossa relação;
2. Continuar a ser bem sucedido na progressão da minha carreira;
3. Continuar a ter um emprego e consequentemente poder ter alguma independência financeira;
4. Ver felizes e cheios de saúde todos os que me são mais próximos;
5. Assistir à diminuição da homofobia na nossa sociedade;
6. Ter a coragem de assumir a minha homossexualidade para a minha família, esperando que eles a aceitem;
7. Esperar que o nosso país sinta menos a crise em 2009 do que aquilo que se perspectiva;
8. E o habitual. Paz e respeito um pouco por todo o mundo.

O passo seguinte do desafio prendia-se com a divulgação do mesmo e lançar o repto a outros blogguers. Não é fácil, porque assim de repente e os que conhecia já estão "esgotados", por isso, deixo apenas o desafio para:
1. O Jorge e o Pedro deste blogue;
2. E para o blogue Filius Mihi.

Previsões 2009

Depois de acabar de ver o Mestre Alves anunciar as suas previsões para 2009 no Porto Canal, penitencio-me por nunca ter pensado em ganhar a vida como ele. Será que o homem pensa que somos todos parvos ou acredita mesmo no que diz?
Ainda assim, aqui ficam algumas previsões (as frases são textuais):

1. "Os Estados Unidos vão ser cortados aos retalhos";
2. "Vai haver uma guerra civil por toda a Europa. Começando nos Estados Unidos e acabando na outra ponta";
3. "Obama vai sofrer atentados de morte";
4. "Cristiano Ronaldo vai deixar de "vrincar" com os sentimentos e vai-se revelar no campo sentimental. E vai diminuir as suas capacidades. E quem vai ser o melhor do mundo é o Mess (queria certamente dizer Messi), o italiano (queria certamente dizer argentino);
5. "Portugal não vai ser apurado para o Mundial. E Madaíl e Queiroz saem. E entra Artur Jorge para presidente da federação e Humberto Coelho para treinador";
7. "Descem à segunda liga Trofense, Estrela e atenção ao Guimarães";
8. "A final da Taça de Portugal será Porto e Guimarães. Ganha o Porto".
9. O campeão vai ser o Porto e o Benfica nem às competições europeias vai".
10. Em Itália ganha a Juventus, em Espanha o Barcelona e em Inglaterra o "Celse" (talvez Chelsea, não?);
11. O Braga chega à final da Taça UEFA, Porto ganha a Liga dos Campeões e Sporting chega aos "quartos-de-final";
12. "Santana Lopes ganha Lisboa. Rio ganha Porto. A justiça não deixa Valentim candidatar-se. Pedro Passos Coelho ganha o PSD a Rio e Santana, depois de Manuela Ferreira Leite perder as legislativas;"
13. "PS ganha sem maioria as legislativas. Guterres é candidato às presidenciais".
14. "No final do ano, o Cavaco dá a machadada final ao PS e o PSD fica forte"
15. "As taxas de juro vão descer. O barril de "cru" (deveria querer dizer crude) vai descer para os 40-50 cêntimos" (talvez dólares, não senhor Mestre Alves)?
16. "A taxa de desemprego sobe para os 10% e vai haver muita fome".

Durante todo o tempo do programa, a cada previsão, Mestre Alves riscava nos seus "apontamentos". A câmara indiscreta acabou por filmar o bendito papel e este mais não tinha do que sarrabiscos. Mais um momento alto de televisão.

E já cá estamos

É verdade. Já estamos em 2009. Francamente não notei qualquer diferença, mas diz que o ano já mudou. Se mudou para melhor ou para pior, isso lá para 31 de Dezembro direi. Para já, apenas mudou. E se for igual aos recentes, teremos um país a acordar cheio de esperança a 1 de Janeiro e a adormecer em profunda depressão a 31 de Dezembro. Nada de novo, portanto.
Despeço-me com os desejos de um 2009 BEM BOM, para todos.



P.S. E isto de acabar 2008 com uma gripe e começar 2009 com uma conjuntivite, não me parece nada bem. Nada que seja muito grave, mas apenas chato. Isto de ter comichão no olho irrita-me. No da vista, claro está.